Atenção

Todos os textos do blog são de minha autoria (Eduardo Gonçalves Monteiro) assim como as imagens postadas a partir do dia 1 de maior de 2010. Caso pretenda utilizar algum texto do blog de os devidos créditos ao autor e ao blog.

domingo, 21 de agosto de 2011

Bullying



- É somente com palavras que matamos pessoas, dizendo ou calando, roubamos almas e as despedaçamos. Com palavras. Levamos a loucura, exacerbamos, extrapolamos a ponto de não mais poder ver a limiar do que se pode suportar.

- Com palavras matamos a longo prazo, a curto prazo, sem prazo. Muitos, muitas, poucos. Poucas.

- Matamos por maldade ingênua, cega. Porque é do berço que aprendemos a matar.

18 comentários:

  1. Nada importa quando se escreve com o coração. Por isso amo as coisas que escreve, vem com sentimento, com amor, me arrepia. Não pare de escrever.

    ResponderExcluir
  2. Mas as vezes precisamos morrer para nascer novamente...como um fenix! assim q evoluimos ^^

    ResponderExcluir
  3. Palavras.. se as pessoas tivessem realmente dimensão mínima do que elas causam, pensariam bem antes de falar algo por impulso. Gosteii daqui', voltarei mais vezes.. Abraçoo' Se der e quiser, dah uma passadinha no meu e comenta? http://ultimamentira.blogspot.com/
    Agradeço'

    ResponderExcluir
  4. Tem gente que mata just for fun.

    ResponderExcluir
  5. Acho que o pior é que normalmente quem diz essas coisas que você descreveu, o faz por ter algo a esconder que não quer que os outros saibam, e eles acham que a única maneira de ninguém falar sobre eles é falando dos outros. Realmente as palavras tem poder.

    ResponderExcluir
  6. "Com palavras matamos a longo prazo, a curto prazo, sem prazo. Muitos, muitas, poucos. Poucas."
    E enfim nos matamos.

    ResponderExcluir
  7. Concordo com essas frases, ainda bem que não escrevo nada ''para o mal de alguém''.
    http://lollyoliver.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Tudo é motivado por palavras. Elas são as armas primordiais de todos as pessoas.
    Temos que escolhe-las com cuidado.
    Além de matarmos os outros, podemos matar a nós mesmos.

    Bom texto.

    ResponderExcluir
  9. aprendemos que no mundo so sobrevive os mais fortes...ou mata ou morre...

    ResponderExcluir
  10. a palavra é a arma humana contra o silêncio de existir

    ResponderExcluir
  11. Ah palavras, doce ferramenta com qual trabalho para tentar ser poeta.

    Lindo blog! Inspirador.
    Abraço!
    http://suinguken.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Verdade...
    Mas se existem palavras que podem nos ferir existem outras que podem nos curar.
    Eu já sofri bullyng, é uma violência marcante, perturbadora. Mas foram exatamente as palavras que me salvaram, fizeram meu amor próprio vir à tona e me ajudaram a enxergar que ninguém agride ninguém se não sente que o outro está, de alguma forma, a perturbando intimamente. Então, ao invés de questionarem a si, condenam o outro covardemente.

    Suas palavras foram precisas e claras. belo post.
    Vou nessa,
    Abraços!

    http://redutonegativo.blogspot.com
    http://biografias-fic.blogspot.com
    @rejane_marques

    ResponderExcluir
  13. Infelizmente sinto que isto é cada vez mais real.. mais e mais parece que esta vontade aniquiladora ganha a cena.

    Belo Post!

    ;D

    ResponderExcluir
  14. Legal seu blog!! Obrigada pela visita!!
    ja estou te seguindo!

    ResponderExcluir
  15. poxa, realmente, é por aí....
    as palavras têm "peso" nas relações humanas....
    abs

    ResponderExcluir
  16. O que é que esta escrito na bala, e pq??
    Intrigante... =\

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Tem todíssima a razão: matamos verbalmente por maldade ingênua, essa ruindade que carregamos e gostamos de cobrir com capinha de franqueza, bobagem, brincadeirice. Parabéns pelo post preciso, imensamente agudo. Beijos! Sucesso!

    ResponderExcluir